10 julho 2007

O Ovo de Rá – 39ª parte
Loucos

Retomamos a caminhada, como dissera Bel-Vito rumo ao inferno, o que quer que isso fosse. Ìamos algo nervosos, mas ainda assim era preferível andar e precipitar os acontecimentos, do que ficarmos naquela modorna, parados, indecisos.
Bel-Vito desde o Pico das Águias raramente seguia à frente e com algum espanto meu, eram os Mestres que seguiam na frente, quase como crianças entusiasmadas, com a perspectiva de algo empolgante e novo. Sei que o Mestre Ratapone, perseguia desde à lomgo tempo a busca daquele ovo mítico, que se julgava conter o segredo da vida, da criação. Quem sabe, talvez mesmo da imortalidade! Mas como já havíamos falado uma vez, o ovo era apenas um pretexto, para termos um objectivo na vida, algo em que a gastar, que não fosse somente desperdício. Mas pensando bem, talvez a vida fosse desperdício…
Se compreendia o Mestre Ratapone, já o Mestre Ludovico era curioso, como se juntara com entusiasmo a esta demanda. Talvez fosse afinal a sua última aventura. Uma espécie de sentimento de que a ter que se despedir da vida, ao menos que fosse com entusiasmo, por alguma causa maior… Podia ser tão só para ter companhia, depois de anos mais ao menos isolado. Não sei. Talvez quando se fique velho, se descubra que afinal o que conta é mesmo viver e não andar por aqui...
Helmut veio ter comigo que ficara para trás. Godo e Cabelos-de-Fogo íam conversar junto das mulas. Bel-Vito seguia à frente deles um pouco afastado.
-- Maia…
-- Sim, Helmut?
-- Aquela pedra amarela que ali o nosso camarada apanhou, era o quê?
-- Era ouro.
Ele continuou a caminhar ao meu lado.
-- Explica por favor…
-- Ouro é um metal, quer dizer, aquela pedra derrete-se no fogo e depois de derretida podemos fazer anéis, colares, brincos… Percebes Helmut?
-- Percebo…
-- Mas? – incentivei eu.
-- Pois…Queria saber como é que acham issomais importante do que comer, por exemplo!
Dei uma gargalhada e Godo e Cabelos-de-Fogo olharam para trás e sorriram, mas nem sequer pararam.
-- Bem Helmut, digamos que com uma pequenina pedrinha daquelas, podes obter muita comida! -- Então como?
Suspirei, às vezes é complicado explicar as coisas:
-- Bom Helmut, um homem com muita comida, pode dar-ta em troca dessa pedrinha…
-- Quer dizer que um homem, prefere trocar a sua comida por um calhau?! – A ideia parecia escandalizar Helmut.
-- É isso mesmo Helmut… -- decidi abreviar.
Helmut caminhou mais um pouco e concluiu:
-- Estes humanos são loucos…
-- Somos… Somos mesmo, Helmut…

22 comentários:

tb disse...

Concordo contigo e com ele. Somos mesmo loucos e ainda pior do que isso, mas fica para outras conversas.
Jokas

Je Vois la Vie en Vert disse...

Vim para agradecer a visita ao meu cantinho e diverti-me a ler as histórias do Helmut e os seus amigos. Voltarei muito em breve para continuar a ler...
Gosto muito de ver as diversas opiniões das pessoas. Somos todos tão diferentes e afinal damo-nos tão bem e visitamo-nos todos uns aos outros ! Seria tão bom se fosse assim universalmente !
Um abraço verdinho

©õllyß®y disse...

De louco todos temos um pouco, gostei de ler...

Bjca doce

carla granja disse...

OLÁ! GOSTEI DO TEU BLOG E DO K LI E É VERDADE KUANDO SE DIZ K DE LOUCO TODOS TEMOS UM POUCO. EU TMB TENHO UM BLOG COM POEMAS DE MINHA AUTORIA E COM FOTOS TMB. SE KISERES DÁ UMA OLHADA.
HTTP://PAIXOESEENCANTOS.BLOGS.SAPO.PT
BJO
CARLA GRANJA

Pollyana disse...

ahaha. a loucura humana. cheira-me que vou passar por aqui mais vezes.

Petra disse...

Certas coisas que apesar de sabermos que é assim e assdao, se pararmos para pensar não tem lá muita lógica, e aí talvez se pense por segundos que somos uns loucos.

Gostei daqui, vou voltar. :)

umbeijinho*

Um Momento... disse...

Amigo meu:))

Cá estamos
E como sempre
Muito gosto de te ler:))
Beijo!!!

(*)

Um Momento disse...

HUm...
Deixo um beijo grande perguntando"Onde andas???"

(*)

Dia lindo

Miss Lau disse...

mas entre o renascer e o morrer, viveste. é essa a parte queeu gosto. Se corre mal,, volto a tentar om a esperança (um bocado parva) de que a proxima vez sera mlhr.

e o mlhr disto?
é que me divirto enquanto vou vivendo
:)

Op.Louca disse...

É claro que somos Loucos!!! Oh para mim, assumida.. Lol ; )

Beijinhos

DairHilail disse...

gostei de passar e de ler-te.-..
Vem espreitar as minhas estrelas...

impressaodigital disse...

a loucura faz mal a alguém?

Sete & Soraia disse...

obrigado pelo comente gostei =P

texto interessasnte...
vou ter de voltar por inumeras razoes... esperar e ver mais ;)

cumprimentos

Luiza Lisboa disse...

Adoreeeeeeeei a começar pelo título!
Somos loucos, completamente loucos! Ainda mais no assunto OURO.
Bjos e obrigada pela visita aos bastidores, a gente se encontra!!!

M@ryan_K disse...

É um blog muito interessante ^^
Obrigado pelos comentários, e retribuirei sempre que puder.

©õllyß®y disse...

Concordo, somos mesmo uns loucos, uns mais outros menos...

Doce beijo

Sleeping_Angel.69@Hotmail.com disse...

todos nos somos apenas uma estrela a brilhar ate ke passamos a acreditar em nos mesmos e nos tornamos um "sol" radiante....

violetta disse...

Cada pessoa t~em a sua própria loucura. Atrever-me-ia a dizer, inclusive, que é ela quem nos define...

Mad World.

Maria Lucia disse...

Ler o post no teu blog me fez lembrar uma linda canção de um já falecido cantor brasileiro chamado Raul Seixas que diz...Mais louco é quem me diz...e não é feliz...não é feliz ...

XannaX disse...

depois de longa ausencia, vejo que a caminhada vai progredindo... pé ante pé... mas indo.
beijos

Å®t Øf £övë disse...

Devemos mesmo ter sempre um objectivo na vida, nem que para isso seja necessário arranjar um pretexto.
Abraço.

Porcelain Doll disse...

Sem objectivos, a vida torna-se mesmo um desperdício... e talvez mesmo com eles... não se diz por aí dela que não aprendemos nada, só recordamos o que havíamos esquecido?? A vida é provavelmente como tudo o resto aí à volta: um ciclo; a malta até se diverte pelo meio e tal, mas no fim vai dar tudo ao mesmo!!

:-)) Tantas vezes se descobre já tarde que viver e andar por aqui são coisas distintas...

Ahahahah, trocar comida por calhaus... se formos a ver bem os humanos estão cheínhos dessas e doutras bem piores ahahah!!