05 junho 2006


O Ovo de Rá - 19ª parte


O dom da fala


Fiquei a matutar naquela de a vida ser frustração. A sopa de pedra pareceu cair-me no estômago mais pesada...
Se a vida era só frustração, porquê cansarmo-nos na busca da sabedoria? Acabaríamos sempre chegados a um só fim: frustração!
Todos começaram a notar o meu ar pensativo, talvez mesmo melancólico e foi Cabelos de Fogo que no final da refeição, estando todos à mesa (excepto Helmut e Galimodo) quem me perguntou:
-- Que tens?
E embora fosse só ela a fazer a pergunta e até com uma certa discrição, os outros pararam as suas conversas e ficaram atentos à minha resposta. Olhei-os e não consegui esconder aquele moedoiro dentro de mim:
-- Ainda estou a matutar na resposta do Mestre Ludovico...
-- Resposta a quê? – perguntou Mestre Ratapone.
Esclareci:
-- O Mestre Ludovico acha que tudo o que aprendeu na sua sabedoria se pode resumir na frase: A vida é frustração!
Fiz uma longa pausa para que todos pudessem digerir a informação. Olharam uns para os outros a ver se alguém tinha coragem de começar a dizer alguma coisa, mas ninguém arriscou nada.
Curiosamente foi Helmut que estava enroscado no chão perto da porta, quem se levantou e se aproximou de mim e disse:
-- Não achas que o mestre Ludovico tem razão? – E baixou o focinho para o chão.
Respondi-lhe:
-- Tenho medo que tenha! – disse.
Mestre Ratapone falou então:
-- Mestre Ludovico tem razão. – E fez uma pausa que acentuou o drama da conclusão – Mas...
E todos olhamos para ele, inclusive Mestre Ludovico, na expectativa de que as suas palavras nos devolvessem algum ânimo.
-- Não quer dizer que a frustração não possa ser vencida, ultrapassada! Sei que me consideras meio tolo por buscarmos o que buscamos... – Percebi que se referia à procura do Ovo de Rá. – Mas meu caro discípulo, não vês que é esse o motor da nossa busca? Não percebes que é a frustração que nos leva a querer ser melhores, mais corajosos, mais sábios? Isto para que de algum modo a conseguimos finalmente ultrapassar e vencer?
E como me interrogasse decidi responder:
-- Mas já tantos tentaram antes de nós e esbarraram sempre nela, derrotados por ela!
-- Ainda bem! – Continuou ele, com um brilhar de olhos estranho. – Quer dizer que o caminho que seguiram não era o indicado! Por isso a sabedoria mostra-nos que não temos que trilhar os mesmos erros que eles cometeram! Abençoados os que erraram antes de nós! Talvez agora estejamos mais perto do que eles estiveram!
Vi começarem a surgir sorrisos, primeiro em Godo, depois em Cabelos de Fogo...
Mas foi Helmut quem falou:
-- Falais bem, mas infelizmente não somos eternos...
Galimodo que estava enroscado perigosamente perto da lareira, depois de se espreguiçar aproximou-se de nós naquele andar de perfeita elegância que têm os gatos e pulando no colo de Cabelos de Fogo decidiu participar também:
-- O meu amigo Helmut, tem toda a razão! E se por alguma providência da natureza, alguns de nós fôssemos eternos, ainda assim, nada nos garantia que andássemos toda a eternidade a tropeçar nessa danada da frustração!
Surpreendentemente Godo falou:
-- Tudo se resume afinal a encontrar o verdadeiro sentido da vida.
-- Então só o Criador dela deve ter a verdadeira chave, a resposta última! Não acham que era a Ele que devíamos perguntar?
-- Sem dúvida! – Aquiesceu Ratapone.
-- O problema é como encontrá-Lo! – Acrescentou Mestre Ludovico.
-- Crêem que seja possível? – Perguntou esperançada Cabelos de Fogo.
E ao meu lado Helmut disse:
-- Eu se o encontrasse, perguntava-lhe porque me deu o dom da fala...

4 comentários:

Anónimo disse...

Vá lá "emendaste a mão da frustração"...É agradável ler e "ouvir" o que cada um pensa da vida. Na próxima tens que me aresentar o teu mestre... (risos).
Bjos

XannaX disse...

A frustração poderá ter esses bons efeitos, mas tb poderá ter efeitos perniciosos... Mas é bom que venha conotada com um sentido positivo.
Boa semana e muuuuiiiiitaaa inspiração.
Bj

Mar disse...

Uf... mais uma vez me deixie atrasar... 4 EPISÓDIOS!!! saio daqui sempre com os olhos em bico, mas muito contentinha!!! Muito bom, muito bom!
bjinhos

poca disse...

Não percebes que é a frustração que nos leva a querer ser melhores...
pois... se assim for é bem... o mau é quando nos leva a desistir...

porque é que te deu o dom da fala?
para poderes explicar aos outros, o que te vai por dentro...

um beijinho e boa noite... (obrigada por me teres aberto a porta "da tua casa"...)